10344763_726680397414547_2673225535505271681_n.jpg
 

Quem somos ?

O Instituto Piagaçu (IPi) é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, sem fins partidários e de caráter socio ambientalista. Suas atividades se iniciaram em fevereiro de 2004 e desde então seu objetivo tem sido o de apoiar e desenvolver pesquisas e ações para a sustentabilidade dos meios de vida da população rural e urbana na Amazônia. Desde sua fundação, a região de atuação do IPi foi o baixo rio Purus, especificamente a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Piagaçu-Purus e seu entorno. Já hoje o Instituto também desenvolve atividades na região dos rios Madeira, Amazonas Negro e Solimões.

10624615_725048354244418_5192354050420065733_n.jpg
 

Notícias

 
20211205_ECOA (103).jpg

I Encontro de Cacauicultores Orgânicos do Amazonas - I ECOA

3 a 5 de Dezembro de 2021

O Instituto Piagaçu, apoiado por produtores rurais, técnicos e instituições parceiras, realizou na cidade de Manaus-AM, o I ECOA. Foram três dias de muitas trocas e aprendizados sobre Plantas Alimentícias Não Convencionais - PANCs, Redes de Agroecologia, Certificação Orgânica, Políticas Públicas, Meliponicultura, Associativismo na Amazônia e sobre a Cadeia de Valor do Cacau Nativo do Amazonas.

Atividades

20211203_ECOA (59).jpg

Manutenção da diversidade dos agroecossistemas

Atualmente mais de 80 famílias estão sendo atendidas, com foco especial na estruturação e manutenção da cadeia de valor do cacau selvagem do Amazonas, através dos quais pretendemos promover não somente o incremento da produção de cacau, mas também o aumento e a manutenção da diversidade dos agroecossistemas, a certificação orgânica participativa, a produção de mudas nativas de interesse comercial e de conservação, assessoria comercial a grupos de agricultores organizados, além do acesso das famílias ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Todas essas ações contribuirão de maneira estratégica para o escoamento da produção familiar agroecológica da sociobiodiversidade por meio de canais de comercialização justos, contribuindo, dessa maneira, com a manutenção da floresta em pé e com o fortalecimento da agricultura familiar amazônica.